Seguidores

quinta-feira, 8 de fevereiro de 2018

Processo de Beatificação de Frei Damião é aprovado pelo Vaticano




Comissão dos Teólogos, na Congregação das Causas do Santos, aprovou o processo de beatificação de Frei Damião, nesta quarta-feira, 06/02/2018, no Vaticano, na Itália. De acordo com o postulador da causa, frei Jociel Gomes, o próximo passo é aguardar o parecer da Comissão dos Cardeais em Roma, na Itália.

Segundo o frei Jociel, o resultado desta próxima etapa deverá ser divulgado nos próximos oito meses, ainda sem data definida.

Caso a Comissão dos Cardeais aprove, caberá ao papa Francisco autorizar o decreto de venerável a Frei Damião. O já falecido frade capuchinho pode se tornar beato e, depois, santo, se tiver pelo menos dois milagres atribuídos a ele comprovados.





Sobre Frei Damião


Batizado Pio Giannotti, o frade nasceu em 5 de novembro de 1898. Aos 33 anos veio para o Brasil, em 1931, quando se instalou no Recife. Passou seus últimos dias no Convento de São Félix de Cantalice, no Pina, onde seus restos mortais estão sepultados. Em 66 anos de missões, percorreu a pé, a cavalo ou de carro mais de um milhão de quilômetros, o equivalente a 25 voltas ao mundo. Dormia três horas por noite, trabalhava praticamente sem descanso. Percorreu Pernambuco, Paraíba, Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, Alagoas, Sergipe e Bahia. No Nordeste, só não esteve no Maranhão por o estado pertencer a outra província capuchinha (junto com Pará e Amazonas). Também esteve em São Paulo. Foi o religioso que mais “confessou” pessoas no país: três milhões de fiéis. Embora tivesse grande dificuldade com a língua portuguesa, logo se adaptou à realidade nordestina. Seu carisma conquistou multidões que se encantavam com seus sermões. 

Frei Damião morreu em 31 de maio de 1997, aos 98 anos, após sofrer um acidente vascular cerebral. Seu processo de beatificação e canonização foi aberto em maio de 2003 e encaminhado ao Vaticano em julho de 2012. Para o arcebispo de Olinda e Recife, dom Fernando Saburido, o processo que tramita em Roma só oficializará o que já está no coração do povo. “Frei Damião é uma pessoa de Deus, um homem que dedicou toda sua vida à missão, à evangelização, sobretudo nas comunidades mais carentes e pobres. É muito justa a causa. Temos esperança de que, o quanto antes, a Igreja possa proclamar essa verdade para a alegria de todos nós”, declara o arcebispo.

Foto 1, Monumento a Frei Damião na cidade de Capoeiras; Foto 2, Santas Missões de Frei Damião em Capoeiras no ano de 1975 (arquivo Junior Almeida)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente aqui!
Lembre-se: comentários com acusações, agressões, xingamentos, e que citem nomes de familiares de quem quer que seja, não serão publicados.

Opine com responsabilidade!

Linkwithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...